Neymar afirma não lembrar de contratos assinados em 2011

Jogador mais valioso do mundo alega não ter conhecimento dos documentos entregues a ele em 2011

Craque do Barcelona e da seleção brasileira, eleito o jogador mais valioso do mundo, perto do centésimo gol pelo time catalão, Neymar vive bom momento em sua carreira, no entanto, fora das quatro linhas o atacante continua turbulento. O camisa 10 da equipe canarinha prestou depoimento para a justiça espanhola no dia 26.

Neymar alega não ter conhecimento dos documentos entregues a ele em 2011. Na época com 19 anos e defendendo a camisa do Santos, o craque afirmou que assinou a papelada a pedido de seu pai, mesmo sem ter conhecimento do que se tratava.

“Compreendo as acusações, mas não sei muito. Meu pai é quem conduz a minha carreira desde que nasci e é uma pessoa em quem confio com os olhos fechados. Ele cuida da minha vida e da minha carreira também”, alegou perante ao júri.

Assim como o pré-contrato assinado em 2011, o camisa 11 do Barça também enfatizou não lembrar de nenhum acerto com o grupo DIS. Repetindo a resposta com relação à sua chegada ao elenco catalão, o atacante firmou que seu pai quem cuida de sua carreira.

“Para falar a verdade, não lembro porque nunca me interessei pelos contratos e nem pelos detalhes da minha carreira, porque não gosto e por essa razão tenho uma pessoa que administra tudo, que é meu pai. Ele sempre cuida de tudo da melhor forma possível e eu faço o que ele me diz. É uma pessoa em quem confio, uma pessoa que tem toda a liberdade para fazer o que quiser com a minha vida”, acrescentou.

Jogador mais valioso do mundo alega não ter conhecimento dos documentos entregues a ele em 2011