Nova versão de A Bela e a Fera traz tudo que a Disney tem de melhor

Emma Watson brilha em uma das adaptações mais bem feitas do estúdio

Essência do original

Existem alguns caminhos possíveis quando se faz uma versão: aproximar o novo do antigo ao máximo, reiventar totalmente e se distanciar do produto de origem ou equilibrar as coisas. A Bela e a Fera é extremamente fiel ao desenho de 1991, mas consegue desenvolver seu universo com personalidade, com um charme todo seu.

Muitos questionaram se o filme seria necessário por parecer tanto com a animação, mas a dúvida cai por terra assim que a projeção se inicia. A Bela e a Fera de 2017 tem vida própria!

A história tão querida por gerações está lá, sua essência é mantida. Há pouquíssimos detalhes levemente diferentes, mas tudo só acrescenta. Dá para fazer uma analogia um tanto aleatória para explicar melhor. É como colocar chocolate derretido em cima de um bolo: sempre foi saboroso, mas fica ainda mais.

Emma Watson é a alma do filme

Uma das maiores estrelas da atualidade, Emma desperta empatia em um grande número de pessoas, dos mais variados tipos, idades e lugares. E não é à toa! Além de ser uma boa atriz e ativista de causas importantes como o feminismo, Emma tem carisma elevado e cativa de uma maneira que só vemos de tempos em tempos no mundo artístico. A presença dela em cena é extremamente impactante.

Sem dúvida alguma, ela foi a escolha perfeita para viver Bela, uma personagem tão inteligente e forte. Emma é a alma do filme e a engrenagem que faz todo o resto funcionar com maestria. A atriz dá ainda mais camadas para Bela, que não se deixa definir por aquilo que pensam ou dizem sobre ela. Sua atuação está radiante e deve inspirar várias pessoas.

Também é preciso dizer que ela surpreende com sua voz, tendo uma performance linda com suas músicas.

Josh Gad se destaca

O anúncio de que o personagem LeFou seria gay em A Bela e a Fera causou um alvoroço entre conservadores e preconceituosos de plantão. E ele é simplesmente um dos destaques do filme, com muito humor.

O ator Josh Gad, que também empresta sua voz para outro queridinho da Disney, o boneco de neve Olaf, faz um trabalho excepcional e rende ótimos alívios cômicos.

A paixão de LeFou por Gaston é mais um pequeno (e necessário) passo para a mudança de diversidade que a Disney vem fazendo em seus filmes.

Grande elenco

Além de Emma e Josh, o elenco como um todo impressiona por suas atuações.

Veteranos como Sir Ian McKellen, Emma Thompson e Stanley Tucci estão magníficos como o relógio Horloge, a chaleira Sra. Potts e o piano Maestro Cadenza.

Nomes como Gugu Mbatha-Raw, Ewan McGregor e Audra McDonald, que vivem o espanador Plumette, o candelabro Lumière e o guarda-roupas Madame Garderobe brilham igualmente.

Fera no ponto

A Fera de Dan Stevens é agressiva e imponente, mas também doce, assim como no desenho. O ator, que interpreta a criatura através da tecnologia de captura de movimentos, desenvolve muito bem o personagem e cria ótima química com Emma Watson. Seu visual, que dividiu opiniões quando as primeiras imagens foram divulgadas, está excelente.

O vilão Gaston

O Gaston de Luke Evans é outro acerto. O personagem arrogante, machista e narcisista ganha ainda mais ares de vilão com a performance certeira do ator.

Visual estonteante

A Bela e a Fera é um desenho com visual único e o filme teve todo o cuidado de reproduzir essa estética, levando tudo a um novo patamar. Cenários, figurinos e efeitos visuais, o conjunto completo está belíssimo.

A cena em que Bela aparece pela primeira vez com o icônico vestido amarelo é de arrepiar. As soluções da produção para dar vida aos objetos do castelo são criativas e interessantes. Além da história que emociona, o filme é um espetáculo para os olhos.

Músicas contagiantes

Claro que as inesquecíveis músicas originais estão aqui e ganham números verdadeiramente fabulosos desde a primeira cena.

Be Our Guest chama a atenção por toda a sua megalomania, com inúmeros efeitos e é impossível não se emocionar com Beauty and the Beast, que te faz querer cantar junto.

Evermore, música inédita feita para o filme e cantada pela Fera, certamente vai levar às lágrimas.

O melhor da Disney

A nova versão de A Bela e a Fera traz tudo que a Disney tem de melhor: Histórias envolventes, mensagens poderosas, personagens que conquistam e aquela magia inigualável. É uma das adaptações mais bem feitas pelo estúdio e deve agradar tanto aos fãs do desenho quanto aos que nunca pararam para assistir. Você vai refletir sobre as lições que o filme passa e sair do cinema se sentindo mais leve. Um belo filme para pessoas de todas as idades!

A produção chega aos cinemas nesta quinta-feira (16).