Grandes confirmam vantagem em campo na próxima fase do Paulistão. Veja os duelos

Quartas de final serão decididas em dois jogos a partir do próximo fim de semana

Com os quatro grandes classificados, o Campeonato Paulista definiu na noite desta quarta-feira (29) os confrontos da próxima fase da competição. Agora a disputa é mata-mata em jogos de ida e volta. Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Santos não vacilaram, encerraram a fase de grupos na liderança das suas chaves e com isso terão a vantagem de decidirem os duelos em casa. Nesta quinta-feira, a Federação Paulista de Futebol definirá os dias e horários dos confrontos da fase final. Pelo regulamento, em caso de dois resultados iguais o confronto será decidido nos pênaltis:

Palmeiras x Novorizontino

Corinthians x Botafogo

Santos x Ponte Preta

São Paulo x Linense

Em Campinas, o Palmeiras encerrou a primeira fase com derrota para a Ponte Preta, por 1 a 0, gol de Potkker. Com a vitória a Macaca quebrou uma série de seis partidas de invencibilidade do Verdão. O resultado, no entanto, não tirou a equipe do técnico Eduardo Baptista da ponta da tabela.

Mesmo sem a liderança confirmada, o São Paulo enfrentou o São Bernardo no Estádio Primeiro de Maio com o time reserva e venceu. Mas, o gol de Gilberto não foi a melhor notícia da noite. Pela primeira vez no campeonato a equipe tricolor não foi vazada e o 1 a 0 acabou sendo bastante comemorado.

Em uma Arena Corinthians esvaziada, no dia seguinte à vitória da seleção brasileira, o Timão fez a alegria dos 12.159 pagantes com uma convincente exibição sobre o Linense: 3 a 1, com gols de Léo Jabá, Jadson e Romero, que inclusive havia jogado pelo time do seu país. Thiago Humberto descontou para os visitantes.

A situação corintiana foi diferente da encontrada na Vila Belmiro apesar do mesmo placar. O Santos enfrentou dificuldades contra o Novorizontino. O time do interior abriu o placar com Henrique, mas o Peixe virou para 3 a 1 com dois gols do atacante Kayke e um de Thiago Ribeiro já nos minutos finais.

Caíram para a Série A2: Com as piores campanhas da primeira fase, Grêmio Audax (9 pontos), do presidente Vampeta, e São Bernardo (10 pontos) foram rebaixados para a segunda divisão do Campeonato Paulista.