Explosão em metrô de São Petersburgo deixa mortos e feridos

Segundo a agência Tass, 10 pessoas morreram no incidente

Uma explosão assustou os usuários do metrô de São Petersburgo, na Rússia, nesta segunda-feira (3) e deixou 10 mortos e dezenas feridos, segundo a agência Taass. Ao menos sete estações de metrô da cidade foram fechadas em decorrência do incidente.

Conforme noticiado, a explosão aconteceu no interior de um dos vagões de um trem na linha azul do transporte da cidade na estação de Sennaya Ploshchad. As autoridades estariam investigando uma possível segunda explosão.

Uma fonte não identificada disse à agência de notícias Interfax que uma das explosões foi provocada por uma bomba cheia de estilhaços.

O presidente russo, Vladimir Putin, que estava em São Petersburgo para uma reunião com o líder bielorusso, Alexander Lukashenko, disse que “os motivos [das explosões] não são claros no momento, não excluímos nenhuma pista: nem a criminal nem a terrorista” e que as investigações “estão em curso”.

Desespero dentro do metrô

De acordo com fotos e vídeos feitos no local, a estação está completamente tomada pela fumaça, o vagão que sofreu a explosão está totalmente destruído e muitas pessoas aparecem feridas deitadas no chão sendo ajudadas por outras.

Policiais, bombeiros e ambulâncias já estão no espaço para cuidarem da situação.

“Preliminarmente, há uma fumaça muito forte. Especialistas em proteção contra a fumaça já foram chamados. A fonte da fumaça está sendo investigada”, disse à Sputnik uma profissional do Ministério de Emergências russo.