Palmeiras e São Paulo cumprem papel dos grandes e largam na frente nas quartas de final do Campeonato Paulista

Corinthians e Santos decepcionaram suas torcidas e precisam confirmar vaga na volta

Nas quartas de final do Campeonato Paulista, o esperado era que os times grandes fizessem a parte deles. O esperado. Palmeiras e São Paulo, que atuaram neste domingo (2), até cumpriram o papel, mas Corinthians e Santos decepcionaram suas torcidas contra rivais menores e agora terão de confirmar a vaga nas partidas de volta.

Jogos de ida das quartas de final:
Botafogo 0x0 Corinthians
Linense 0x2 São Paulo
Novorizontino 1×2 Palmeiras
Ponte Preta 1×0 Santos

Jogos de volta das quaras de final:
DOM (9/4) – 16h – Corinthians x Botafogo – Arena Corinthians
SÁB (8/4) – 16h – São Paulo x Linense – Morumbi
SEX (7/4) – 21h – Palmeiras x Novorizontino – Pacaembu
SEG (10/4) – 20h – Santos x Ponte Preta – Pacaembu

Desses todos, a situação mais difícil, claro, era mesmo a do Santos. Contra um rival tradicional do Estado, o Peixe só não encontrou ainda mais dificuldades porque o goleiro Vanderlei fechou o gol e impediu pelo menos outros dois gols do artilheiro William Pottker.

Em raro jogo na segunda-feira, o Peixe precisará jogar muita bola para reverter o placar adverso e controlar as ações ofensivas da Ponte Preta. Apesar dos protestos dos jogadores da equipe da Vila Belmiro, a partida será mesmo no Pacaembu.

Outra partida em dia um tanto curioso, na sexta-feira, o Palmeiras busca confirmar seus favoritismo contra o Novorizontino. O Verdão até que levou um susto ao sair atrás do placar, mas o time do técnico Eduardo Baptista tem mais qualidade para manter o resultado.

“No futebol, se a gente não igual ar na pegada, a gente não vai ganhar de ninguém. Primeiro jogo, falta mais um jogo ainda. Obviamente que a gente está na frente devido ao resultado, mas não está nada definido ainda”, disse o volante Felipe Melo.

Para a partida, Baptista não contará com Roger Guedes, autor do terceiro gol fora de casa. O atacante, que já tinha cartão amarelo, subiu no alambrado para comemorar com sua torcida e acabou expulso de campo. Miguel Borja, que levantou a camisa em homenagem às vítimas após a tragédia na Colômbia, não recebeu cartão.

O Corinthians esteve irreconhecível no interior. O Botafogo tampouco exibiu um futebol dos mais vistosos, mas a equipe não soube atacar. A apatia do setor ofensivo contaminou até mesmo Jadson, de quem se espera alguma magia no meio-campo.

Mas o que agitou mesmo a partida foi a notícia da possível chegada do meia-atacante Valdivia. A negociação por empréstimo envolveria também a saída de Giovanni Augusto. Entre os clubes, já está tudo certo, falta apenas afinar as bases salarias com os jogadores.

No Morumbi apesar de visitante, o São Paulo demorou para engrenar, mesmo assim, conseguiu um bom resultado rumo à próxima fase. Novamente em casa, pouca gente parece duvidar que o Tricolor não avence à semifinal da competição.

A enorme posse de bola do time do técnico Rogério Ceni mais uma vez se fez presente na vitória do São Paulo. Para a próxima partida, o Linense terá de se lançar mais ao ataque se ainda quiser alguma coisa na competição.

“Tivemos 71% de posse de bola, 43 cruzamentos contra três, 22 finalizações contra quatro, passamos a barreira dos 600 passes trocados. Fizemos um dos melhores jogos desde que começamos”, bradou Ceni.

Não há gol qualificado nas quartas de final do Paulistão. Se o time adversário devolver o placar do jogo de ida, a decisão irá para os pênaltis.