Jadson marca e Corinthians vence La U em jogo com briga nas arquibancadas da Arena

Jogando em Itaquera, equipe paulista bateu por 2 a 0 a Universidad de Chile

Em um jogo marcado pela violência da torcida chilena presente ao Itaquerão, que entrou em confronto com a Polícia Militar, o Corinthians derrotou a Universidad de Chile nesta quarta-feira (5), por 2 a 0, na estreia das equipes na Copa Sul-Americana. Os gols da partida foram de Rodriguinho e Jadson, que balançou as redes pela primeira vez em seu retorno ao Timão.

Antes da bola rolar, torcedores chilenos arrancaram pedaços das cadeiras da arena e arremessaram em direção aos corintianos, que devolviam os pedaços atirados. A PM entrou em ação e assim que chegou ao setor destinado aos visitantes, os ânimos foram acalmados.

No intervalo, cenas ainda mais lamentáveis. Os chilenos voltaram a jogar cadeiras não só nos corintianos como também nos policiais, que reagiram de forma mais agressiva através de golpes de cassetete e, após alguns minutos de confusão, a maior parte dos cerca de 1.200 chilenos presentes foram tirados da arena pela PM. Nesta quinta-feira, o Corinthians deve divulgar o valor do prejuízo.

Com a bola rolando, o Corinthians mostrou muita intensidade e abriu o marcador aos 40 minutos do primeiro tempo com um golaço. O lance começou com Gabriel. Ele soltou a bomba de fora da área, o goleiro desviou e a bola explodiu no travessão. Herrera ainda salvou o rebote de Guilherme Arana, mas Rodriguinho apareceu livre dentro da pequena área para desviar e marcar. Foi o terceiro gol dele na temporada.

Na segunda etapa os donos da casa continuaram mandando no jogo e cedendo poucas chances à La U. Aos 23 minutos, Jadson bateu falta, Jô desviou e a bola voltou para o próprio Jadson na entrada da área. Sem pestanejar, o camisa 10 encheu o pé e acertou o canto de Johnny Herrera. Era o segundo gol do Timão na partida e o primeiro de Jadson em seu retorno ao clube. Além disso, ele chegou aos 15 gols na Arena Corinthians e encostou em Romero, com 17, na artilharia máxima do estádio.

O jogo de volta contra a Universidad de Chile está marcado para 10 de maio, em Santiago. O Corinthians pode perder por um gol de diferença que ainda assim avança de fase na Copa Sul-Americana.