Carille cita Ituano e nega favoritismo do Corinthians na final contra a Ponte

"Precisamos trabalhar com a mesma dedicação e entrega", ressaltou o treinador

O técnico Fábio Carille não quer saber de favoritismo para o lado do Corinthians na decisão do Campeonato Paulista contra a Ponte Preta. O treinador destaca a qualidade do adversário e lembra de outros clubes do interior que já “aprontaram” para cima dos grandes.

“Precisamos trabalhar com a mesma dedicação e a mesma entrega. Não vou trazer esse favoritismo para o Corinthians. É só ver o Ituano campeão (em 2014) e o Audax jogando muito (em 2015). Coloco 50% de chances para cada um, que seja uma grande final, com dois grandes jogos”, projetou o treinador corintiano.

O comandante corintiano ainda explicou o que ele acha que fez com que o Corinthians chegasse à final do Paulista. “Mesmo não tendo um futebol bonito, temos organização, quem cumpra funções e procurando triangulação. E a dedicação de todos, que compraram uma ideia e uma forma de jogar. Compreenderam o que pedimos desde a Florida (Cup, torneio de pré-temporada), no primeiro jogo. Chegamos fortes para essa final”, avisou.

No início da temporada, o Corinthians foi apontado por muita gente como a quarta força do futebol paulista, algo que incomodou bastante os jogadores e Carille. “Por tudo o que aconteceu ano passado, o Palmeiras campeão brasileiro e buscando reforços, Santos com time montado e o São Paulo contratando bem, era natural que essa coisa de quarta força fosse direcionada para a gente. Mas eu falei que nossa equipe seria organizada e marcada pela entrega, isso vai ser uma marca do nosso trabalho.”

O elenco do Corinthians folga na segunda-feira e retorna aos treinamentos na terça-feira à tarde. Nesta segunda-feira, às 11h, será realizada uma reunião na sede da Federação Paulista para definir data e local das duas partidas da decisão do estadual.

Como o Corinthians tem melhor campanha, poderá decidir em casa. Assim, o primeiro jogo deve ser realizado no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, no domingo, e a partida de volta acontecerá no Itaquerão, no domingo da semana que vem, dia 7.