Ponte Preta sofre terceira derrota seguida no Brasileirão e segue jejum de mais de um ano sem ganhar como visitante

Macaca perdeu de virada para o Grêmio pelo placar de 3 x 1 em Porto Alegre

O domingo não foi nada bom para o time de Campinas, depois de marcar o primeiro gol no primeiro tempo com auxílio do atacante Lucca, a Ponte Preta viu a vitória escapar com uma virada do Grêmio pelo placar de 3 x 1  no segundo tempo, colando na zona de rebaixamento e consolidando um tabu de cinco rodadas sem vitórias. Resultado contrasta com desempenho do time na competição do ano passado.

Depois de um bom Campeonato Brasileiro em 2016, terminando em oitavo lugar, com 53 pontos e uma vaga na Copa Sul-Americana, sendo classificada como uma das melhores campanhas custos x benefício do ano, a Ponte Preta encara uma situação totalmente diferente, amargando um jejum de mais de um ano sem vencer fora de suas dependências no Brasileirão.

O ano parecia promissor pelos lados do Majestoso, com grandes contratações, e uma disputa de final do Campeonato Paulista, na qual ficou com o vice-campeonato, porém, as coisas vão de mal a pior no campeonato Brasileiro.

Após a venda de importantes peças do elenco, como Pottker (Internacional) e Clayson (Corinthians), a alvinegra não conseguiu se reestruturar e corre o risco de ser rebaixada para a série B em 2018.


Depois de quatro rodadas sem vencer, o técnico Gilson Kleina afirma que esse é, sem dúvidas, o seu pior momento no comando do time campineiro. A torcida, por sua vez, pressiona a diretoria e o elenco por melhores reforços e maiores ambições no campeonato, depois de entrevista polêmica do Diretor de Futebol, Gustavo Bueno, que confessou que o objetivo desse ano seria apenas a manutenção do time na série A.

Por outro lado, enquanto a zona de degola se aproxima, a macaca vê o seu maior rival, Guarani, se aproximando de uma possível classificação, seguindo como líder da série B em uma das melhores campanhas do time na segunda divisão.

O fantasma de um possível rebaixamento do time, ligado a um rendimento ruim e a venda de jogadores importantes após o campeonato paulista, afasta o torcedor da arquibancada, deixando a Ponte Preta com uma das piores médias de público da primeira divisão do ano.

O time entra em campo nessa quarta-feira às 21 horas contra o Coritiba, em Campinas, em busca de uma recuperação rápida para se afastar da zona de rebaixamento e poder sonhar com maiores objetivos na competição.