Saint Martin e mais ilhas do Caribe lutam para se reconstruir

Saint Martin e mais ilhas do Caribe lutam para se reconstruir

Após destruição e mortes causadas pela passagem do furacão Irma pelas ilhas do Caribe, Cuba e pelos Estados Unidos, as ilhas tentam se reconstruir para receber turistas novamente. Anguilla quer se recompor até o final deste ano.
O governo de Saint Martin (acima) dividiu a reconstrução em fases. A primeira fase, que incluis cuidados com feridos, pessoas em dificuldades e evacuação dos turistas já foi concluída.

Além delas, St Barths, Ilhas Virgens, Bahamas, Porto Rico, República Dominicana, Turks e Caicos e Cuba foram severamente atingidas.

Saint Martin foi uma das que mais ficou devastada pela tormenta. Quase um terço dos prédios no lado holandês foram destruídos. Mais de 90% deles foram danificados pelo furacão Irma, de acordo com a Cruz Vermelha.

O presidente do território da ilha, Daniel Gibbs, afirma que, neste momento, já entrou em ação a segunda fase da reconstrução, que é limpeza dos escombros, detritos, distribuição de água, comida e reabilitação das redes de água, saneamento básico e eletricidade.