Idade mínima para saque do PIS/Pasep poderá cair.

Uma nova redução da idade mínima para o saque do PIS/Pasep poderá injetar até R$ 14 bilhões a mais na economia no ano que vem.

A possibilidade de uma segunda rodada de saque no primeiro trimestre de 2018, fez com que parte do governo estudasse medidas para ajudar na retomada da economia, como ocorreu com o saque das contas inativas do FGTS.

Porém, em contrapartida ao pacote de medidas impopulares que será enviado ao Congresso, o governo vai continuar com a política de medidas de estímulo ao crescimento, mas que não tenham impacto nas contas públicas, mas, o governo avalia a possibilidade de redução da idade para saque do benefício com base nas emendas que os parlamentares apresentaram à Medida Provisória (MP) 797, que reduziu a idade do saque do PIS/Pasep para 65 anos de homens e 62 de mulheres, tendo como resultado da MP assinada por Temer em agosto injeção na economia R$ 15,9 bilhões, sendo os recursos liberados até dezembro.

Cálculos da área econômica mostram que para cada R$ 10 bilhões liberados, o impacto é de 0,14 ponto porcentual no Produto Interno Bruto (PIB). Dados do Ministério do Planejamento indicam que o saldo médio por cotista era de R$ 1.187,00. Do total de contas ativas, 15 milhões (51%) possuem, ao menos, R$ 750,00 a serem resgatados.

Caso a idade for reduzida para 60 anos, a liberação de recursos pode subir de R$ 15,9 bilhões para R$ 21,5 bilhões, e mais além, caso o limite cair para 55 anos, a liberação pode alcançar R$ 30 bilhões, sendo que antes dessa MP, só podiam sacar os saldos de PIS/Pasep pessoas acima de 70 anos.