Dietas sem derivados do leite faz bem a saúde?

Muitas pessoas estão encontrando mais conforto e saúde ao retirar, total ou parcialmente, esses alimentos do cardápio.

Em primeiro lugar, cortar os laticínios não é apenas cortar a lactose. Produtos sem lactose são aqueles em que essa proteína é retirada ou combinada com a lactase, uma enzima que a neutraliza. O que se propõe muitas vezes é retirar por completo os laticínios do cotidiano. Mas será que os benefícios são iguais para todos?

Ao se afastar dos derivados de leite, é possível que a taxa de gordura corporal diminua. Vai muito de quanto, o quê e como os laticínios eram ingeridos, por exemplo, pizza, strogonoff e sanduíches usam derivados gordurosos, então a ausência deles na dieta provavelmente vai levar a uma redução do peso.

Ainda precisa ser estudada a relação entre consumo de leite e derivados com a acne. Alguns especialistas acreditam que os hormônios nos produtos lácteos podem desregular o organismo e levar a surtos de acne, tendo relatos de pessoas com eczema e psoríase que também notaram melhora ao cortar os laticínios. Porém, não há suficiente evidência científica sobre isso.

Novamente, a questão pode ser a quantidade de gordura ingerida em refeições com laticínios. A acne, em muitas pessoas, está ligada à excesso de gordura na alimentação. O que se sugere sempre é que haja consulta com um nutricionista ou um médico para averiguar se há mesmo necessidade de uma dieta sem derivados do leite, valendo lembrar que cada organismo é diferente, necessitando de cuidados diferenciados.