Jogadores do São Paulo cobram que elenco seja mantido em 2018

Muitos temem que o roteiro do sufoco da equipe em 2017 se repita

Após livrarem o São Paulo do risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, jogadores do time tricolor vêm cobrando a diretoria do clube para que cumpra o planejamento traçado para a próxima temporada. Na prática, muitos temem que o roteiro do sufoco da equipe em 2017 se repita em 2018. E um dos principais fatores visto como decisivos no drama são-paulino deste ano foi a perda de peças importantes no decorrer da temporada.

Para o capitão Hernanes, o sucesso na próxima temporada depende diretamente da manutenção da base do time que conseguiu fugir do rebaixamento. “Se permanecer esses jogadores, concordo (com Dorival Junior, que disse que o São Paulo pode lutar por títulos em 2018). O grupo têm qualidade, e chances de brigar por coisas boas. Nosso segundo turno foi uma das melhores campanhas. O grupo tem qualidade de permanecer e temos chance de brigar em cima. Mas tudo passa por manter essas peças, para não comprometer esta possibilidade”, ressalta o meio-campista.

“Foi um ano atípico na história do São Paulo, e algumas coisas têm de mudar”, opina o goleiro Sidão. “Para o ano que vem, temos que ter um planejamento legal, que a diretoria e a comissão técnica possa cumprir esse planejamento para que a gente possa brigar por títulos”, reforça.

O centroavante Lucas Pratto diz ter cobrado pessoalmente o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, para o São Paulo possa ser realmente forte para brigar por títulos no próximo ano. “Tem de planejar 2018 com todos juntos. É a hora de a maioria dos jogadores experientes falar. Hernanes, Petros, Jucilei… Temos de cobrar e pedir que 2018 seja melhor do que foi este ano”, disse Pratto, em entrevista ao SporTV.

Agora sem conviver com o risco de ser rebaixado, o São Paulo voltará a campo pelo Brasileirão neste domingo, às 17 horas, contra o ameaçado Coritiba, pela penúltima rodada da competição. Em seguida, no dia 3 de dezembro, fechará a sua campanha em partida diante do Bahia, no Morumbi.