Atendimentos online ajudam quem quer emagrecer

Profissionais montam programas personalizados com exercícios e motivação

“Ano que vem eu começo”. Quanta gente aí tinha como meta para 2017 buscar uma melhor qualidade de vida, emagrecer, fazer exercícios físicos e dieta? Um dos segredos dos coachs de emagrecimento é fugir dessa cilada e não deixar nada para depois. Comece agora e ano que vem você apenas continua.

A dica foi seguida à risca por Giselle Carlini, ex-dentista que há cinco anos decidiu perder peso e ganhar saúde. Hoje, aos 35 anos e 24 quilos mais magra, Giselle transformou sua experiência pessoal em profissão. Formada pelo ICI — Integrated Coaching Institute, atende online mais de 35 clientes, não só no Brasil, mas ao redor do mundo. Tem gente do Japão, Noruega, Uruguai e Estados Unidos. Com mais de 400k de seguidores no Instagram (@gisellecarlini.oficial), ela se diz realizada ao poder passar adiante tudo o que aprendeu na prática.

— Eu fiquei tão feliz que consegui emagrecer, que comecei a ajudar, dividia com as pessoas aquilo que tinha vivido. Mas eu queria ajudar mais, por isso me especializei, busquei as técnicas corretas e, de um hobby, virou minha atividade principal. Deixei a odontologia depois de 10 anos.

Como muitos, Giselle Carlini buscava a fórmula mágica, as dietas radicais, mas não conseguia sustentar as mudanças rápidas e passageiras. No início, decidiu diminiur as quantidades de alimentos e caminhar. Quando os resultados estacionaram, ela buscou ajuda de uma nutricionista e um personal.

— O mais importante eu já tinha feito: mudado a minha mentalidade e meu comportamento. Troquei o “eu mereço” comida, quando a gente tem um dia difícil, pelo “eu mereço um corpo como eu quero e saúde”. Seguir o planejamento foi mais fácil. Os primeiros 12 quilos perdi em seis meses. O processo todo levou um ano e meio, faz cinco anos que emagreci, mas continuei até ter um desenho corporal melhor.

Depois de baixar de 74 kg para 52 kg, Giselle Carlini tornou-se coach de emagrecimento. Faz atendimentos por skype, de dez a 12 sessões de uma hora.

— Às vezes, a pessoa tem o número que quer na balança, mas não tem a imagem no espelho. Não sou eu que determino o objetivo, acredito que a pessoa precisa emagrecer se aquilo está gerando uma infelicidade. Toda mudança de comportamento começa na mente. Eu trabalho na mudança de modelo mental. Não é sofrido quando é uma escolha. Mas as pessoas, normalmente, não querem ter de sacrificar algo para ter um ganho maior (que é a satisfação pessoal), muito menos ter foco no objetivo de emagrecer (que é um processo mais demorado, não de um dia para o outro).

Dica com o mago das mudanças corporais

O Técnico do programa Além do Peso, da Record TV, o educador físico Alexandre Bró é um especialista em transformações impressionantes, como a do cobaia Matheus Toniazzi, do projeto Se Comer Não Pare, que perdeu 60 quilos em 6 meses, com a introdução de execícios físicos na rotina e uma dieta sem radicalismos. Para poder tornar acessível seu método de trabalho, ele acaba de lançar o Emagrecendo com o Bró, um programa de 12 semanas administrado pessoalmente por ele.

— Todo participante é incluído no grupo do Facebook exclusivo e fechado. Por meio do grupo, temos um encontro semanal, as sextas-feiras, em uma transmissão ao vivo às 20h.

O participante também recebe um guia virtual para organizar sua dieta e treinos, quem ele controla o gasto energético e faz um cronograma alimentar. Outra ferramenta utilizada é o whatssap. Bró dá atendimento individualizado para tirar dúvidas e vai adequando o programa a cada um dos alunos. Todos têm uma meta semanal a cumprir e a pesagem oficial é feita as sextas-feiras.

— Durante o processo, testamos dietas estratégicas para otimização dos resultados. Todos também recebem um exemplar do livro do Além do Peso. A regra é “aqui se faz, aqui se paga”, ou seja, se comer, não pare. O consumo energético tem de estar adequado ao gasto calórico. É possível planejar o emagrecimento, e é isso que ajudo as pessoas a fazerem.