Dono de veículo de SP deverá pagar IPVA e taxas em sites diferentes

A partir deste ano, correspondência não será entregue na casa de proprietário

A Secretaria da Fazenda de São Paulo não enviará correspondências sobre IPVA (Propriedade de Veículos Automotores) a partir deste ano.

Os donos de veículos registrados no Estado podem conferir o valor do imposto em toda a rede bancária e/ou pelo sistema na internet, fornecendo o Renavam e a placar do carro — clique aqui.

Até o ano passado, IPVA, a taxa de licenciamento, multas e o Dpvat podiam ser consultados em um único site.

No entanto, a partir de 2018, a secretaria dividiu em dois portais, para deixar as páginas mais leves e “evitar sobrecarga de consulta”.

O valor do imposto pode ser encontrado também nos terminais de autoatendimento, pela internet ou diretamente nas agências, bastando o número do Renavam do veículo.

Outras informações como eventuais multas de trânsito, taxa de licenciamento, taxa de postagem e taxa de Dpvat podem ser consultadas pelo portal da Secretaria.

Descontos

O pagamento começa na próxima terça-feira (9) e segue um calendário previamente definido (veja tabela). O proprietário tem até a data de vencimento da placa para quitar o imposto em cota única, com desconto, ou pagar a primeira parcela do tributo.

A partir de janeiro de 2018, o contribuinte que desejar também pode optar pelo licenciamento antecipado e realizar o pagamento independentemente do número final da placa do veículo: em cota única, até o dia 22 (vinte e dois) de janeiro de 2018, com desconto de 3%; em cota única, até o dia 27 (vinte e sete) de fevereiro de 2018, sem desconto e até o dia 22 (vinte e dois) de março de 2018, relativamente ao pagamento da terceira parcela, quando tenha ocorrido a opção pelo parcelamento.

Quem deixar de recolher o imposto fica sujeito a multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic. Passados 60 dias, o percentual da multa fixa-se em 20% do valor do imposto.