Brasileiro passa quase 40 dias por ano no trânsito nas capitais

Morador do Centro-oeste é o que perde mais tempo para deslocamentos, de casa para o trabalho, lazer e compras pelas capitais

Uma pesquisa feita pelo SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) para o Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) detectou que o brasileiro passa, em média, duas horas e vinte e oito minutos por dia no trânsito para se deslocar, de casa para o trabalho, para médicos, lazer e paras as compras nas capitais. Ao multiplicar a média diária pelos dias do ano, o tempo de deslocamento equivale a trinta e sete dias e meio. Ou seja, mais de um mês inteiro passados no carro, ônibus, metrô, moto, bicicleta ou a pé.

Na média brasileira, os homens passam mais tempo por dia em deslocamentos: duas horas e quarenta e um minutos. Por faixa etária são os adultos entre 34 e 55 anos os mais impactados pelo tempo no deslocamento, com duas horas e trinta e seis minutos na média diária. Entre as classes sociais há pouco diferença: média de duas horas e trinta e um para classes A e B e duas horas e vinte e sete para classes C,D e E. Percentualmente, 38,5% dos brasileiros passam mais de duas horas em deslocamentos e só 12% levam menos de meia hora para se locomover pelas cidades.

Entre as regiões do País, os recordistas de tempo total por ano gasto em deslocamentos são os moradores do Centro-Oeste, com 40 dias por ano em trânsito. Para o morador do Sudeste o tempo cai para 38 dias. No Sul, 37 dias e no Nordeste, 33 dias por ano.

A pesquisa foi feita por meio de entrevistas pessoais entre 15 e 23 de setembro com 1.500 moradores de capitais das 27 unidades da federação. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais e o grau de confiança de 95%.